quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Uma canção de ninar: um livro cheio de música, amor e amizades

Em Uma Canção de Ninar, novo livro de Sarah Dessen lançado no Brasil pela Editora Seguinte, Remy não acredita no amor. Sempre que um cara com quem está saindo se aproxima demais, ela se afasta, antes que fique sério ou ela se machuque. Tanta desilusão não é para menos: ela cresceu assistindo os fracassos dos relacionamentos de sua mãe, que já vai para o quinto casamento.


Então como Dexter consegue fazer a garota quebrar esse padrão, se envolvendo pra valer? Ele é tudo que ela odeia: impulsivo, desajeitado e, o pior de tudo, membro de uma banda, como o pai de Remy que abandonou a família antes do nascimento da filha, deixando para trás apenas uma música de sucesso sobre ela.

Remy queria apenas viver um último namoro de verão antes de partir para a faculdade, mas parece estar começando a entender aquele sentimento irracional de que falam as canções de amor...



Read More

Felizmente, o Leite

de Neil Gaiman e Skottie Young (Editora Rocco)

Um dos maiores escritores de terror da atualidade, Neil Gaiman ainda possui um grande talento para escrever livros infanto-juvenis. Em Felizmente, o Leite (Editora Rocco) ele se junta ao ilustrador americano Skottie Young para contar uma história muito divertida. No livro, a mãe viaja e deixa um lembrete ao pai: é preciso comprar leite. Na manhã seguinte quando as crianças vão tomar café da manhã lembram que o leite acabou, e o pai sai para comprar.

Nada de especial até aqui, certo? Errado! O pai leva uma eternidade para retornar do mercadinho da esquina, deixando seu casal de filhos entediados e com fome. Quando o pai retorna, conta uma história fantástica sobre ter sido abduzido por um grande disco de metal, e lá dentro ter encontrado vários seres verdes e gosmentos que queriam dominar a terra.

A partir daí a narrativa apresenta vários personagens inusitados e irreverentes, com quem o pai vive aventuras indizíveis, protegendo a garrafa de leite a todo custo, tudo mostrado nas ilustrações sensacionais. São dinossauros, piratas, vulcões e todos os elementos que as crianças mais amam espremidos dentro da mesma história maluca. 

O livro é voltado para o público infantil e adolescente, mas confesso que dei boas risadas com a forma sempre criativa de Neil Gaiman contar suas histórias. As ilustrações são lindas e dão uma boa ideia de cada uma das criaturas estranhas que faz uma aparição durante a narrativa.

Esta é uma daquelas histórias capazes de encantar qualquer tipo de leitor, com elementos fantásticos e muita aventura, mas também com pequenas cenas cotidianas com quem todos podem se relacionar. Neil Gaiman é um dos autores que mais admiro, seu trabalho sempre mostra uma qualidade superior, e com Felizmente, o Leite, não é diferente.

Read More

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Romance aborda as aflições dos amores perdidos

Como representar numa mesma pessoa sentimentos tão contrastantes, como, por exemplo, amor e ódio, atração e repulsa, o real e o imaginário, o bem e o mal? Essa é a grande façanha que o escritor Chico Lopes alcança com Eunice, personagem principal de seu novo livro. Editado pela Penalux, “Corpos Furtivos” é um romance contemporâneo que mostra a ambiguidade e as incertezas da vida.

A obra conta a história de uma mulher solitária de cinquenta anos, sem marido ou filhos. Após ser sufocada pela irmã puritana, ela se aventura pelas ruas de sua cidade - antes pequena, mas agora com mais de cem mil habitantes, com vários desconhecidos – à procura de um homem desconhecido que a atraiu, deixando-lhe como rastro apenas o cheiro.

Sobre a personagem
Para a escritora Silvana Guimarães, responsável pelo prefácio, Eunice guarda em si todas as dores, aflições, mazelas e ansiedades que costumam afligir as mulheres dedicadas aos amores perdidos.

- Pelas mãos masculinas do autor e pelos olhos femininos da personagem central, revela-se o monstro do machismo, na vida de uma pequena cidade do interior, onde até as aparências condenam. Tudo isso apresentado de forma arrebatadora e minuciosa. Seu nível apurado de detalhes se assemelha a uma imagem projetada por uma câmera cinematográfica – relata.

Segundo os editores Tonho França e Wilson Gorj, o livro pretende passar a sensação sufocante da vida de uma mulher de meia idade, em meio a uma aventura desesperada, ainda que aparentemente cotidiana, de recuperar seus desejos perdidos. Porém, tudo isso em meio ao caos do crescimento de uma cidade do interior repleta de novos rostos.

Estilo literário
França e Gorj explicam ainda que a literatura de Chico Lopes é de grande peso dentro do cenário editorial nacional, devido sua sofisticação, conhecimento e competência. Os livros do autor, incluindo Corpos Furtivos, são de imensa qualidade literária, de boas tramas e reflexões doloridas e, “ao mesmo tempo, sensíveis, de personagens que crescem dentro de um universo metropolitano”.
Read More

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Mahmud Asrar, artista de All-New, All-Different Avengers, confirma presença na CCXP

A CCXP – Comic Con Experience (www.ccxp.com.br), que acontece entre 1 e 4 de dezembro no São Paulo Expo, confirma a presença do quadrinista turco Mahmud Asrar, artista exclusivo da Marvel, inclusive na nova fase de quadrinhos da editora, lançada em setembro de 2015 chamada All-New, All-Different Avengers. A vinda do artista é uma parceria entre a CCXP e a Comix Book Shop, maior loja de quadrinhos do Brasil, que estará pela terceira vez no evento com um estande próprio e que também trará à CCXP os quadrinistas Alan Davis e Mark Farmer, já anunciados.

Algumas de suas obras mais notáveis incluem Dynamo 5, Star Wars Jedi: The Dark Side, Adventure Comics: The Atom, Supergirl, Indestructible Hulk, Wolverine And The X-Men and All-New X-Men. Nascido em 1976, em Ankara (Túrquia), Mahmud Asrar cresceu com a paixão em desenhar histórias em quadrinhos e se formou em design gráfico e animação (Hacettepe University e Anatolian University). A partir daí, seguiu a carreira nos quadrinhos e, desde então, tem trabalhado para as principais editoras do mundo, como Marvel, DC Comics, Dark Horse e Image.


Asrar chamou a atenção do escritor Jay Faerber através de seu trabalho na antologia independente Digital Webbing Presents, e por meio de uma recomendação do artista Ryan Ottley, que levou seu trabalho à série Dynamo 5 na Image Comics, em co-criação com Faerber. Na editora ainda trabalhou na obra Small Gods. O artista também desenhou She-Hulk: Cosmic Collision, uma one-shot escrita por Peter David, que foi publicada em 2008 pela Marvel Comics. Ele foi ainda o artista de Supergirl no reboot da série na DC Comics em 2011.

"Mahmud participou da renovação da DC Comics e hoje é um dos principais nomes da Marvel. Contar com um artista desse calibre é muito importante para a CCXP e para os fãs que poderão conhecer esse artista de destaque do mercado mundial de quadrinhos", ressalta Ivan Freitas da Costa, sócio da CCXP.

A 3ª edição da CCXP – Comic Con Experience acontece entre 1 a 4 de dezembro no São Paulo Expo, próximo à estação Jabaquara do Metrô, com conteúdos para fãs de quadrinhos, cinema, programas de TV, desenhos animados e outras áreas da cultura pop. Para adquirir ingressos no segundo lote promocional de ingressos e saber mais sobre o evento, acesse o site www.ccxp.com.br.
Read More

domingo, 28 de agosto de 2016

'A Outra Casa' é lançamento da nova dama do crime

Após o sucesso de A vítima perfeita, a Rocco traz ao Brasil o novo romance da autora aclamada internacionalmente por leitores e críticos como a dama do suspense psicológico contemporâneo. Em A outra casa, a inglesa Sophie Hannah reintroduz o casal de detetives que conquistou o público no livro anterior: o circunspecto Simon Waterhouse – aquele “capaz de acreditar no inacreditável” – e a mordaz Charlie Zailer, que desta vez se veem em meio a um sangrento quebra-cabeça, cujas peças centrais são paranoia, cobiça, traição e loucura.

Hannah insere o leitor no meio da ação: “Eu vou ser morta por causa de uma família chamada Gilpatrick”, diz a narradora logo na primeira frase. “Pelo menos eu entendo o porquê, finalmente.” E então recua uma semana, até uma noite em julho na qual Connie Bowskill não consegue dormir. Ela aguarda uma mudança na respiração de Kit para sair da cama sem ser notada. Sua cabeça está em outro lugar, em um endereço longe dali: rua Bentley Grove, número 11. 

Connie é incapaz de parar de pensar naquela casa. Conhece bem a fachada, pois já esteve diversas vezes na frente dela – hoje, inclusive. Foi quando deparou com a placa de “à venda” no jardim. Por isso, aproveitando o sono pesado de Kit, abre o laptop e entra em um site de imóveis. Lá está ela, a terceira da lista, anunciada por 1,2 milhão de libras. Há fotos internas. Mais do que isso, há a opção de uma visita virtual: começa por uma cozinha espaçosa e vira para uma sala de estar bem montada, com paredes brancas, um sofá em L... e uma mulher morta no chão, deitada de bruços, envolvida em um lago de sangue sobre o carpete bege.

 Acima de tudo, Sophie Hannah é uma leitora ávida, atenta e dedicada das grandes damas do crime. A leitura de A outra casa revela alguém que depurou sua arte junto a Ruth Rendell, P.D. James e Patricia Highsmith – tanto que foi selecionada pelos herdeiros de Agatha Christie (1890-1976) para dar continuidade aos mistérios do célebre investigador Hercule Poirot. Hoje, já pode ser considerada parte desse mesmo panteão que a formou.
Read More

sábado, 27 de agosto de 2016

Conheça 'Como tatuagem', romance de Walter Tierno


Um retrato empolgante e perspicaz das nossas vivências contemporâneas no amor, 'Como Tatuagem', de Walter Tierno é o novo lançamento da Editora Verus.

Artur é um cara rico, superficial e egoísta. Bonito e popular entre as mulheres, não tem o menor respeito por elas — sua vida amorosa se resume a colecionar parceiras na cama. Essa rotina de prazeres e privilégios é interrompida quando ele sofre um grave acidente de carro. Para ajudá-lo a se recuperar, sua mãe contrata a fisioterapeuta Lúcia. 

Desde criança, Lúcia sofre o preconceito que persegue os portadores de vitiligo. Sua mãe sempre esteve presente para apoiá-la e fazê-la enfrentar os obstáculos que a vida lhe impõe. De temperamento doce, porém decidido, Lúcia tem uma consciência peculiar e aguda sobre o mundo. Mas, quando se vê sem o amparo materno, suas certezas desabam. O encontro de duas pessoas tão diferentes vai gerar muito atrito, mas com o tempo Lúcia e Artur vão descobrir algumas das infinitas facetas do amor e, entre conquistas, medos, perdas e paixões, verão suas vidas transformadas para sempre.
Read More

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

'Six of crows: Sangue e mentiras' é lançamento de ficção da Gutenberg



A OESTE DE RAVKA, ONDE GRISHAS SÃO ESCRAVIZADOS E ENVOLVIDOS EM JOGOS DE CONTRABANDISTAS E MERCADORES…

…fica Ketterdam, capital de Kerch, um lugar agitado onde tudo pode ser conseguido pelo preço certo. Nas ruas e nos becos que fervilham de traições, mercadorias ilegais e assuntos escusos entre gangues, ninguém é melhor negociador que Kaz Brekker, a trapaça em pessoa e o dono do Clube do Corvo.

Por isso, Kaz é contratado para liderar um assalto improvável e evitar que uma terrível droga caia em mãos erradas, o que poderia instaurar um caos devastador. Apenas dois desfechos são possíveis para esse roubo: uma morte dolorosa ou uma fortuna muito maior que todos os seus sonhos de riqueza.

Apostando a própria vida, o dono do Clube do Corvo monta a sua equipe de elite para a missão: a espiã conhecida como Espectro; um fugitivo perito em explosivos e com um misterioso passado de privilégios; um atirador viciado em jogos de azar; uma grisha sangradora que está muito longe de casa; e um prisioneiro que quer se vingar do amor de sua vida.

O destino do mundo está nas mãos de seis foras da lei – isso se eles sobreviverem uns aos outros. 
Read More

Meg Cabot volta à Genovia em Diário de uma princesa improvável (Vol. 1)



A série que encantou milhões de adolescentes ao redor do mundo continua por meio dos diários de Olivia, a irmã da Princesa Mia, em Diário de uma princesa improvável (Vol. 1). Editora Galera Record lança a nova série sobre a Genovia de Meg Cabot.

Olivia Grace Clarisse Mignonette Harrison é completamente normal. A única coisa que não é normal nela é seu nome (muito comprido e meio principesco), sua habilidade para desenhar animais (algo muito útil para sua futura carreira como ilustradora da vida selvagem) e o fato de ser quase órfã, pois não conhece o pai e depois que a mãe faleceu se vê forçada a viver com a tia e o tio (que quase a tratam como se ela fosse da família).

Até que num dia que tinha tudo para ser como os outros — totalmente normal — as coisas parecem sair do controle: a menina mais popular da escola ameaça bater em Olivia, o diretor ameaça lhe tirar um ponto e... uma limusine com a princesa da Genovia, Mia Thermopolis, surge do nada. A menina na verdade é uma princesa, meia-irmã de Mia, e finalmente poderá conhecer o pai, a avó, a Genovia, para então perceber que todos somos mais especiais que pensamos.
Read More

Conteúdo Relacionado

© 2011 Uma Leitora, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena