sábado, 29 de agosto de 2015

Novo livro da série 'Millenium' chega com estrondo no mercado editorial

A sequência da série "Millennium" chega fazendo estrondo no mercado editorial internacional. Com números superlativos, o lançamento de "A Garota na Teia de Aranha" desafia recordes da indústria literária.

O volume quatro da série criada pelo sueco Stieg Larsson (1954-2004) foi produzido pelo jornalista David Lagercrantz, contratado pelos herdeiros do escritor. Como os demais, é estrelado pelos heróis da franquia: a jovem hacker Lisbeth Salander, que exibe nas costas um dragão tatuado, e o jornalista investigativo Mikael Blomkvist.

Usar um autor contratado para criar sequências de aventuras de personagens famosos não é novidade no mercado editorial. James Bond, por exemplo, já passou pela mão de diversos autores depois da morte de Ian Fleming.

Com sua trama cercada de mistério -não houve a costumeira distribuição prévia de originais para a crítica-, a sequência de "Millennium" será levada às prateleiras do mundo simultaneamente por 26 editoras, inclusive no Brasil, pela Companhia das Letras. Os direitos autorais foram vendidos para 43 editoras (45 idiomas). A tiragem inicial é de 2,7 milhões de exemplares em todo o mundo.

Desde o lançamento do primeiro volume, "Os Homens que Não Amavam as Mulheres", em 2005, "Millennium" já vendeu mais de 80 milhões de exemplares, publicado por 50 editoras no planeta. No Brasil, as vendas totalizam mais de 600 mil cópias, contabilizando os diversos formatos (impresso, digital, de bolso); o novo volume chega às livrarias do país com tiragem inicial de 50 mil exemplares.

Via: Folha de S. Paulo.
Read More

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Release Não Há Heróis

Livro: Não Há Heróis - Lições de Vida de Um Atirador da Tropa de Elite Americana 
Autor: Mark Owen com Kevin Maurer
Editora: Paralela

Depois do fenômeno de vendas Não há Dia Fácil, Mark Owen, ex-SEAL da Marinha Americana, escreve seu segundo livro, Não há Heróis, no qual conta as histórias que mais o marcaram em sua carreira, transformando-o no soldado e na pessoa que é hoje.

Não há Heróis é um relato mais pessoal. Owen relembra as histórias mais marcantes, vividas ao longo dos 13 anos em que ele serviu como SEAL, incluindo momentos-chave onde, no sucesso e no fracasso, ele passou a conhecer melhor seus colegas e a si próprio.

Tão repleto de ação quanto Não há Dia Fácil, com histórias que vão dos treinamentos ao campo de batalha, Não há Heróis traz ao leitor uma perspectiva interna das experiências e valores que fizeram com que Mark Owen e seus colegas fossem capazes de executar suas missões sem que elas sequer chegassem às manchetes.
Read More

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Convite das Editoras Zahar, Seguinte, Alfaguara e Universo dos Livros

Oi gente, tudo bem com vocês? Nesse post eu mostro os convites para eventos, lançamentos, palestras e entrevistas, promovidos pelas editoras ou autores.Vem ver:




Read More

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Ler poesia é mais útil para o cérebro que livros de autoajuda, dizem cientistas

Um texto já publicado pela agência EFE, mas que poderia ser revisto, afinal estamos comentando sobre a velha história da análise crítica sobre Literatura tida como de qualidade e a Literatura tida como de entretenimento, e mais, auto-ajuda: a leitura de obras clássicas estimula a atividade cerebral e ainda pode ajudar pessoas com problemas emocionais, diz estudo.

Ler autores clássicos, como Shakespeare, Fernando Pessoa, William Wordsworth e T.S. Eliot, estimula a mente e a poesia pode ser mais eficaz em tratamentos do que os livros de autoajuda, segundo um estudo da Universidade de Liverpool.

Especialistas em ciência, psicologia e literatura inglesa da universidade monitoraram a atividade cerebral de 30 voluntários que leram primeiro trechos de textos clássicos e depois essas mesmas passagens traduzidas para a "linguagem coloquial".

Os resultados da pesquisa, antecipados pelo jornal britânico "Daily Telegraph", mostram que a atividade do cérebro "dispara" quando o leitor encontra palavras incomuns ou frases com uma estrutura semântica complexa, mas não reage quando esse mesmo conteúdo se expressa com fórmulas de uso cotidiano.

Esses estímulos se mantêm durante um tempo, potencializando a atenção do indivíduo, segundo o estudo, que utilizou textos de autores ingleses como Henry Vaughan, John Donne, Elizabeth Barrett Browning e Philip Larkin.

Os especialistas descobriram que a poesia "é mais útil que os livros de autoajuda", já que afeta o lado direito do cérebro, onde são armazenadas as lembranças autobiográficas, e ajuda a refletir sobre eles e entendê-los desde outra perspectiva.

"A poesia não é só uma questão de estilo. A descrição profunda de experiências acrescenta elementos emocionais e biográficos ao conhecimento cognitivo que já possuímos de nossas lembranças", explica o professor David, encarregado de apresentar o estudo.

Após o descobrimento, os especialistas buscam agora compreender como afetaram a atividade cerebral as contínuas revisões de alguns clássicos da literatura para adaptá-los à linguagem atual, caso das obras de Charles Dickens.

Via: Obvious
Read More

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Tag: Skoob - Minha Estante Virtual


Oi gente querida, como andam suas vidas? A minha está muito corrida, meio estressante, com pouco tempo para postar no blog como eu queria, mas ok, estamos aí. Hahaha, enfim. Hoje é dia de postar uma Tag que eu nunca tinha visto e achei muito maneirinha, que vi lá no blog Pequena Schall, mas não sei quem criou (se você souber, comente). Ninguém me marcou (:/), mas decidi responder ela mesmo assim #SouDessas. Bora lá?

01. Quantos livros lidos você tem na sua aba LIDO no skoob?

698. Faltam só dois para 700 (uhuuul). Quando fiz a conta no Skoob marquei todos que li, apenas uns dois ou três que não estavam cadastrados, e claro devem ter cerca de 10 livros que li antes de fazer a conta que não marquei por que não lembro ou não encontrei.


02. Qual livro você está lendo?

São quatro na verdade: The Autobiography of Mrs. Tom Thumb, da Melanie Benjamin; Once Upon a Time - O Despertar, de Odette Beane; A Irmandade das Calças Viajantes, da Ann Brashares e 50 Tons de Liberdade, da E.L. James.

03. Quantos livros tem na sua aba VAI LER? (Agora é QUERO LER)

706. Mais ou menos a quantidade de livros que já li, pra ficar equilibrado hahaha. Mas estou dando prioridade para os livros que já tenho que ainda não li, mesmo tendo muitos na lista que tem na biblioteca da universidade.

04. Você está relendo algum livro? Qual é?

No momento não, estou dando atenção para os que ainda não conheço. Mas estou pensando em reler todos os da Jane Austen (são só 6) e O Hobbit.


05. Quantos livros você já abandonou? Quais são eles?

São 5: a biografia do Albert Einstein do Walter Isaacson; Roubando Vidas, do Michael Pye; a biografia do Michael Jakcson, do J. Randy Taraborelli; O Mundo de Sophia, da Jostein Gaardner, e Diários do Vampiro - O Anoitecer de L.J. Smith. Odeio deixar livros sem terminar, eu sigo na leitura só pra não deixar assim. Então, estes 5 eu devo tentar ler de novo para finalizar.


06. Quantas resenhas você tem cadastradas no skoob?

169 resenhas. Eu postava algumas partes das minhas resenhas do blog para divulgar, e adicionava o link no fim para quem quisesse conferir o texto completo. Ultimamente não estou tendo muito tempo para fazer isso, mas pretendo voltar.


07. Quantos livros avaliados você tem na sua lista?

Só 74. Gente eu sempre esqueço de avaliar os livros, só estou fazendo isto ultimamente e acho que a avaliação do Skoob não é muito justa, por que algumas pessoas não avaliam pelo que acharam do livro, e só por serem fãs de algum autor ou saga.


08. Na aba FAVORITOS, quantos livros você tem registrados? Cite alguns.

Tenho 10 livros na aba dos favoritos, que são aqueles livros que amo do fundo do meu coração e que vão durar para sempre na minha memória. Entre eles Orgulho e Preconceito, da Jane Austen; Cold Mountain, do Charles Frazier; O Centauro no Jardim, do Moacir Scliar e O Retrato de Dorian Gray, do Oscar Wilde.

09. Quantos livros você tem na aba TENHO?

Está marcando 353, mas tem vários faltando. Sei disso porque há alguns meses quando movi minhas estantes contei cerca de 480. Desde então já devo ter adquirido mais uns 30, então esta aba está certamente desatualizada.

10. Quantos livros você tem nos DESEJADOS?
65. Eu fico olhando sites como o Submarino e a Saraiva e cada vez acho mais livros em promoção, então esta aba me ajuda a comprar conscientemente o que mais quero que está na lista. 


11. Quantos livros emprestados no momento? Quais?

Marcando nenhum, mas tenho uns 4 livros emprestados com amigos e parentes. Infelizmente sei que alguns nunca mais vão voltar, porque já estão há muito tempo sem dar sinal de vida. :(


12. Você quer trocar algum livro? Quais são?

No momento nenhum. Descobri depois de algumas experiências que as trocas no Skoob não são muito vantajosas para mim por que o gasto com frete é muito grande. Se não quiser mais algum livro prefiro dar para alguém ou trocar no sebo da minha cidade.


13. Na aba META, quantos livros você tem marcados? Cumpriu essa meta?

Não criei nenhuma meta, por que com o trabalho e a faculdade é muito complicado arrumar tempo para as minhas leituras. Estou esperando a minha formatura para me dedicar mais ativamente aos meus livros e daí sim, pretendo colocar uma meta nas leituras.

14. Qual é o número no teu paginômetro?

152.735. E tenho muito orgulho deste numerozinho. São mais de 150 mil páginas gente, quando penso nesse número acho impossível que eu já tenha lido tudo isso, mas é verdade.


15. Qual o link do teu perfil do Skoob?

https://www.skoob.com.br/usuario/155844
Podem me adicionar e me seguir que eu aceito e sigo de volta! :)

Espero que gostem da tag, de alguém fizer me avisa e conta que viu por aqui! :*
Read More

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Coluna no Jornal Gazeta do Sul - Lançamentos do Mês

Oi gente, tudo certo por aí? Faz algum tempo que não posto minhas colunas do jornal por aqui, mas elas continuam saindo! hahaha A da semana passada foi pra mostrar alguns lançamentos, então aí vai:


LANÇAMENTOS DO MÊS
A Rainha Vermelha, de Victoria Aveyard (Editora Seguinte): Mare Barrow é uma jovem de sangue vermelho, diferente da elite de seu país de sangue prateado, ela é pobre e luta para sobreviver. Ao conseguir um emprego no palácio, ela descobre ter um grande poder, que vai mudar sua vida e colocá-la no meio de grandes intrigas entre príncipes.

O Gigante Enterrado, de Kazuo Ishiguro (Editora Companhia das Letras): Épico fantástico sobre o amor, a guerra e a memória. Em um local devastado pelo conflito, e onde ameaças espreitam a população sobrevivente, um casal parte em uma jornada em busca de seu filho, e terá seu amor posto à prova.

Segredos de Uma Noite de Verão, de Lisa Kleypas (Editora Arqueiro): Primeiro da série As Quatro Estações do Amor, onde quatro amigas rejeitadas pela sociedade londrina se unem para encontrar casamentos vantajosos para todas do grupo. Annabelle é a primeira a encontrar um pretendente, mas as intenções dele podem não ser bem o que ela espera.

Beleza Perdida, de Amy Harmon (Editora Verus): Nesta releitura do clássico a Bela e a Fera, o jovem e belo Ambrose Young retorna da guerra com uma série de perdas: de amizade, de vidas, de identidade e de beleza. Fern Taylor se apaixona por este guerreiro ferido, mas a amizade e o heroísmo devem superar o que foi perdido, e toda a tristeza e sofrimento que ele passou.

Mais vendidos em Santa Cruz do Sul*.
1 – A Garota do Penhasco – Lucinda Riley (Editora Novo Conceito)
2 – Para Sempre Alice – Lisa Genova (Editora Nova Fronteira)
3 – Primeiro e Único – Emily Giffin (Editora Novo Conceito)
4 – Cidades de Papel – John Green (Editora Intrínseca)
5 – Correr – Dráuzio Varella (Editora Companhia das Letras)

*Lista elaborada com base nas vendas das principais livrarias da cidade.
Read More

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Release A Garota Gotic e o Fantasma de um Rato

Livro:  A Garota Gotic e o Fantasma de um Rato
Autor: Chris Riddell
Editora: Galera Junior

O livro  conta a história da solitária Ada Gotic, filha única de um milionário excêntrico. Ada precisa solucionar um mistério que ronda a mansão onde vive, e conta com a improvável ajuda de um rato. O livro reúne mistério, humor, amizade e aventura em uma edição maravilhosa com as inconfundíveis e elaboradas ilustrações de Chris Riddell.
Read More

Primeiras Impressões: Dez Coisas que Aprendi Sobre o Amor



A Editora Novo Conceito novamente liberou uma prova (como aconteceu com A Playlist de Hayden) do lançamento Dez Coisas que Aprendi Sobre o Amor, primeiro livro da autora Sarah Butler. A história que se passa em Londres, na Inglaterra nos apresenta dois personagens principais.

Alice é uma alma livre, que ama viajar e que tem vários problemas com o seu passado, como a estranha morte de sua mãe em um acidente de carro misterioso, e uma relação conturbada com o pai. Quando a conhecemos, ela está voltando para casa de uma viagem à Mongólia, e veio às pressas depois que suas irmãs a avisaram de que seu pai está com câncer no pâncreas.

Os capítulos da história são bem curtos e intercalados, entre Alice e Daniel. Ele, mora na rua e sonha em encontrar a filha que nunca conheceu. O primeiro contato do leitor com ele é quando ele está procurando atendimento médico. Sua rotina é vagar pelas ruas da cidade, procurando lugares calmos e longe da polícia para ficar.

O modo como a autora conta a história é muito interessante, o relato dos personagens é direto e sem filtros, uma sequência de fatos como se alguém estivesse lendo pensamentos, eles aparecem numa sequência e misturam cenas do passado e acontecimentos do presente.

Por enquanto só li uma prova do que vem por aí, e gostei bastante da história e do estilo da autora. Mas confesso que estou morrendo de curiosidade para saber o que vem em seguida, será que Daniel e Alice vão se encontrar? E se sim, como isso vai acontecer? Os dois vão encontrar o que estão procurando e ser felizes depois de sofrer tanto?

Quero ver como esse amor do título vai ser colocado na vida de dois personagens passando por um momento tão difícil, pessoas que parecem tão amarguradas e que com certeza merecem o tipo de final feliz que só a boa ficção pode entregar.
 

10 coisas que eu sei sobre o amor:
1. Ele dá sentido à existência.
2. Ele é cego e bobo.
3. Ele é uma das coisas que mais vai te machucar, mas vale cada minuto.
4. É a musa que vai te inspirar a escrever, cantar, desenhar.
5. Pode estar em qualquer lugar, e onde você menos espera.
6. Você nunca vai se sentir completo sem ele.
7. Não é só romântico, é válido em todas as formas, com a família, os amigos, os bichos, os livros. :)
8. Não existe sem confiança.
9. Pode acabar sem explicação ou motivo aparente.
10. É um dos sentimentos mais inexplicáveis e sublimes.
Read More

Conteúdo Relacionado

© 2011 Uma Leitora, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena